IDEALISMO E REALISMO EM F. H. JACOBI

Bárbara Assis Vianna da Silva

Resumo


As principais objeções de F. H. Jacobi (1743-1819) em sua obra David Hume sobre a crença, ou idealismo e realismo. Um diálogo (1787) referem-se, por um lado, à sua oposição à filosofia kantiana a partir de sua concepção de realismo e, por outro lado, ao suposto espinosismo de G. E. Lessing (1729-1781), o que gerou aquela que ficou conhecida como disputa sobre o panteísmo. Jacobi recusa toda tentativa de demonstração racional a respeito da realidade e propõe uma concepção que parte do saber imediato, a qual se aproxima bastante de uma filosofia da vida. O real jamais poderá ser demonstrado, somente vivido.

Palavras-chave: Iluminismo alemão, Panteísmo, Crença, Realismo, Filosofia da vida. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.